sexta-feira, 28 de abril de 2017

FESTA DA LEITURA 2017


O Clube dos Editores, entidade que representa 23 editoras do Estado, promoveu a 3ª Festa da Leitura, de 25 a 27 de abril, na Universidade Luterana do Brasil (Ulbra), em Canoas, no Saguão do Prédio 6. O horário da exposição será das 10h às 21h.


Além da venda de livros, a programação incluiu encontros com escritores que bateram um papo com o público sobre suas obras e pesquisas, como os jornalistas Rafael Guimaraens e Alexandre Lucchese, o administrador de empresas Daniel Costa, a antropóloga Elma Santana, o fotojornalista Kadão Chaves e a cronista Claudia Tajes.
Com o objetivo de celebrar e estimular a
leitura, durante os três dias as 21 editoras participantes oferecem à comunidade uma produção literária variada com descontos acima de 20%. Entre os diversos segmentos contemplados, o leitor encontrará expostos livros científicos, didáticos, de história, comunicação, teologia, ciências políticas, educação, turismo, artes, poesia e biografias, entre outros, além da literatura infanto juvenil.

Estavam presentes as editoras:  Zouk, Besouro Box, L&PM, Editora da Ulbra, Projeto, Vivilendo, Libretos, Dublinense, Sinodal, Arquipélago, Concórdia, Belas Letras, Sulina, Martins Livreiro, Artes e Ofícios, Cassol, Mediação, Sulina campus/Grupo A, Edipucrs, Edelbra e Tomo Editorial.
A ideia de aproximar o livro do leitor teve sucesso nas duas primeiras edições do evento, que ocorreram no Mercado Público de Porto Alegre e na Usina do Gasômetro. Futuramente,  a ideia é estender a outras universidades.

Os Editores

LANÇAMENTO E AUTÓGRAFO DO LIVRO MULHERES NO MOVIMENTO DA REFORMA




No dia 24/04 as 19h, na Comunidade Evangélica Confissão Luterana de Santa Cruz do Sul/Centro, aconteceu o lançamento e autógrafos do livro: "Mulheres no movimento da Reforma" com a autora a Pa. Heloisa Gralow Dalferth, Com um coquetel delicioso preparado pela OASE local. Parabéns ao P. Marcio, a Marlene e toda equipe de apoio da OASE. Obrigado a todos/as presentes que tornaram aquele momento especial.

Ontem, dia 24/04 as 19h, na Comunidade Evangélica Confissão Luterana de Santa Cruz do Sul/Centro, aconteceu o lançamento e autógrafos do livro: "Mulheres no movimento da Reforma" com a autora a Pa. Heloisa Gralow Dalferth, Com um coquetel delicioso preparado pela OASE local. Parabéns ao P. Marcio, a Marlene e toda equipe de apoio da OASE. Obrigado a todos/as presentes que tornaram aquele momento especial.


quarta-feira, 22 de março de 2017

ENCONTRO DE MULHERES LUTERANAS FOZ DO IGUAÇU



Aconteceu nos dias 17 a 19 de março de 2017 o ENCONTRO DE MULHERES LUTERANAS, no Hotel Rafain Palace Hotel & Convenction, Parque Imperatriz, Foz do Iguaçu/PR, para celebrar os 500 anos da Reforma, movimento que deu origem à igreja luterana.
O encontro foi organizado em parceria por: Fórum de Reflexão da Mulher Luterana, Juventude Evangélica, ministras da IECLB e Secretaria Geral da IECLB/Coordenação de Gênero, Gerações e Etnias.
Os objetivos principais do encontro eram celebrar o jubileu da Reforma e a participação de mulheres no movimento da Reforma até os dias de hoje, refletir sobre a presença, as oportunidades e os desafios enfrentados pelas mulheres em cargos de liderança na igreja e sociedade, e empoderar mulheres para assumirem cargos de liderança.
Estiveram presentes mais de 2.000 mulheres, que atuam e participam no âmbito da IECLB e representantes de igrejas parceiras da América Latina, lideranças comunitárias, ministros e ministras da IECLB, pessoas que refletem, apoiam e se interessam pelo protagonismo da mulher na igreja e sociedade.

O tema do encontro foi: Mulheres luteranas celebrando os 500 anos da Reforma. Houve palestras, celebrações e a exposição de Trabalhos de mulheres, com mulheres, para mulheres. A ideia era ter uma amostra de trabalhos que ajudasse a dar visibilidade ao protagonismo das mulheres nos diversos espaços de atuação na igreja e a partir da igreja através de fotos, textos, painéis e representação criativa, e que mostrasse as experiências realizadas em âmbito sinodal com diferentes grupos e gerações de mulheres. Na oportunidade, também foi incentivada a participação das mulheres na elaboração teológica e na sustentabilidade da igreja.
Durante o evento houve um espaço para exposição de materiais com destaque especial para as publicações de mulheres, sobre mulheres, questões relativas à reflexão de gênero e conteúdos da Reforma.
A Editora Sinodal marcou sua presença em parceria com a distribuidora de seus livros Otto Kuhr, de Blumenau/SC, com uma surtida oferta de literatura sobre o tema e subtemas do encontro.



quinta-feira, 2 de março de 2017

Editora Sinodal presenteia o Pastor Presidente Nestor Paulo Friedrich, da IECLB, com a obra “95 Teses”, de Martim Lutero.




Editora Sinodal presenteia o Pastor Presidente Nestor Paulo Friedrich, da IECLB, com a obra “95 Teses”, de Martim Lutero. O livro foi lançado em fevereiro de 2017, em coedição com a Editora Concórdia, em comemoração aos 500 anos da Reforma Protestante. O livro possui o formato 11x16cm com encadernação em capa dura de luxo e Box especial para guardar esta lembrança. Uma ótima opção para presentear!

quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

AGORA SÃO OUTROS 500

    Diante do Jubileu dos 500 anos da Reforma, o Tema e Lema do Ano da IECLB para 2017 nos convidam a expressar com júbilo e gratidão a nossa história de vida e fé. Este convite não quer que fiquemos olhando apenas para o passado da nossa história luterana comum, que é o ano de 1517. À luz do significado da Reforma, olhamos para o tempo presente, com vistas ao futuro da missão da igreja. E isso passa pela nossa vida em comunidade.


Para 2017, ano do Jubileu da Reforma, o Tema da IECLB convida para celebrar essa história com alegria e gratidão: “Alegres, jubilai! Igreja sempre em Reforma: Agora são outros 500”. O convite se fundamenta no Lema: “Nele vivemos, nos movemos e existimos” (Atos 17.28a). 
Legado – A Reforma nos deixou um legado. Há muito a festejar, mas também a rememorar. Perguntas sobre quem é Deus, como age o Deus em quem cremos e quem é o ser humano diante de Deus, levaram Lutero a desenvolver uma busca que redundou no grande movimento da Reforma. Essas perguntas também moveram o apóstolo Paulo e nos movem hoje. É preciso ter clareza sobre quem é o nosso Deus para confessarmos com toda convicção o que propõe o Lema do ano de 2017: Nele vivemos, nos movemos e existimos!
Motivos de júbilo – Alegres jubilamos pelo fato de homens, mulheres, jovens e crianças aceitarem o chamado de Deus e colocarem seus dons a serviço da causa de Deus, vivenciando o sacerdócio geral das pessoas batizadas.
Alegres jubilamos com a prática da diaconia transformadora, que se compromete com ações de inclusão e solidariedade no sofrimento.
Alegres jubilamos com o zelo pela vida celebrativa e a realização de ofícios, proporcionando comunhão e presença em todos os momentos da vida, com a valorização da música, com as comunidades que procuram ser atrativas e assumem uma prática inclusiva e missionária.
Alegres jubilamos com o testemunho público, assumido por meio de pronunciamentos, manifestos e cartas pastorais sobre temas relevantes da sociedade e do mundo, refletindo a relação indissociável entre ser pessoa cristã e cidadã.
Alegres jubilamos com a presença ativa em espaços ecumênicos e o respeito por parte de igrejas e organismos desse âmbito para com a IECLB; com o engajamento na questão da justiça socioambiental e do cuidado com a Criação; com a busca persistente por justiça de gênero e pela presença de mulheres em cargos de liderança e no ministério com ordenação.
Alegres jubilamos com o anúncio da Palavra, que convida e leva as pessoas a assumir responsabilidades decorrentes da liberdade cristã e as capacita para o discernimento entre o bem e o mal; com o batismo de crianças e sua participação plena na Ceia do Senhor; com o envolvimento na vida educacional de crianças, adolescentes, jovens e adultos, e também com a formação continuada das diversas gerações na fé cristã.
Alegres jubilamos com a abertura para o diálogo intereclesiástico e inter-religioso e com o cultivo e a vivência de relações ecumênicas; com a busca por transparência e o empenho de esforços por uma gestão responsável na vida eclesiástica; com o fato de sermos Igreja no Brasil.



O futuro – Queremos continuar sendo igreja que pensa e vive a fé luterana no Brasil. Nessa realidade, estamos dominados e dominadas pela lógica do “deus mercado”, que não busca comunhão, mas lucro e satisfação de clientes. A força e a sedução desse deus requerem de nós vigilância e autocrítica. Quais são os nossos pecados? Onde e como, à luz dos 500 anos da Reforma, erramos, fomos omissos ou devíamos ter agido diferente? Onde e quando promovemos o conflito? Buscamos reconciliação? Qual é a culpa que devemos confessar? O que temos aprendido para evitar a repetição desses pecados amanhã? Enfim, que Igreja desejamos ser nos próximos 500 anos?
Agora são outros 500! Como igreja que carrega marcas da Reforma, a nossa herança e os traços do rosto da IECLB nos encorajam a olhar com confiança para o futuro. Podemos vislumbrar o futuro com esperança, a partir da vida e das ações que são fatos reais nas nossas comunidades. Dificuldades, reveses e decepções também nos acompanharão no futuro. Ainda assim podemos olhar o futuro e caminhar com alegria perseverante.
Decisivo é que a presença da IECLB na missão de Deus não seja obra do acaso, mas fruto do cerne da sua confissão de fé. Com essa confissão de fé e com esse compromisso, queremos continuar a nossa caminhada, sendo igreja que se caracteriza pela comunhão em Jesus. Nele é que a Comunidade vive, se move e existe em comunhão. Há culpa? Em Jesus há perdão. Há conflito? Em Cristo há reconciliação e transformação. Agora são outros quinhentos!
A força que nos moverá é a Palavra, compreendida como a comunicação do amor de Deus, que se dá no testemunho missionário da fé (evangelização), na vivência concreta do corpo de Cristo (comunhão), no agir restaurador e curador (diaconia) e na celebração do amor divino (liturgia). Ao assim firmar-se na Palavra do Senhor, a IECLB procura ser fiel à herança da Reforma, traduzindo-a para o contexto brasileiro. Ao fazer o melhor uso dos seus dons e recursos, a IECLB ocupa um lugar reservado para uma igreja com o seu perfil no mapa da igreja de Jesus Cristo. Assim é que queremos e podemos participar mais e melhor na missão integral de Deus, que liberta, perdoa e consola.
Somos uma igreja histórica. Sob a graça de Deus, na companhia e em parceria com outras Igrejas, ajudamos a escrever a história da igreja de Jesus Cristo. Vivemos dessa mesma graça e, a partir dela, cremos e agimos, comunicando o amor e a justiça de Deus. Vislumbramos que a IECLB seja, cada vez mais, reconhecida como igreja de comunidades atrativas, acolhedoras, inclusivas e missionárias.
Ao nos associarmos às celebrações do Jubileu dos 500 anos da Reforma, podemos dizer, com alegria redobrada: Sou luterano! Sou luterana! Sou parte dessa igreja sempre em Reforma e agora são outros 500!
P. Nestor Paulo Friedrich
Pastor Presidente da IECLB – Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil
Porto Alegre/RS
(Artigo publicado no Jornal O Caminho, Jan-fev 2017)

Lançamento do livro: Perdão - Onde saúde e espiritualidade se encontram.

Obra composta por 4 capítulos, com 24 artigos, em 343 páginas. Ela surge ao âmbito do II Encontro de Espiritualidade e Saúde da Santa Casa e do X Simpósio de Aconselhamento e Psicologia Pastoral da Faculdades EST.

Sabe-se que a vida está cheia de desencontros. Eles se dão na vida pessoal, familiar e comunitária. Desencontros estão carregados de divisões e, muitas vezes, também de ódios e violência. O perdão é a possibilidade do encontro, daí o nome “onde saúde e espiritualidade se encontram”. O perdão traz consigo a superação dos conflitos e a restauração da saúde.

O 1º capítulo (6 artigos) é uma introdução ao tema, e traz o seguinte conteúdo: perdoar faz bem à saúde, visão judaica do tema, perdão cristão como um desafio, o que aprendi com o perdão, perdoar para não se perder, o perdão na esfera pública.

O 2º capítulo (7 artigos) trata do perdão como uma caminhada espiritual, ou seja, como ele é visto do ponto de vista do sagrado. O conteúdo aborda a perspectiva teológica, bíblica, a visão de Lutero, a “'mística” cristã, o acompanhamento espiritual hospitalar a pacientes diante da morte, o personagem bíblico José e uma visão da arte a partir de um quadro de Rembrandt.

O 3º capítulo (6 artigos) traz a abordagem do tema na visão da psicologia, com a seguinte reflexão: perdão como ferramenta terapêutica, ressentimento e perdão em Dom Casmurro (Machado de Assis), traição e violência entre casais, violência doméstica, complexos familiares e a escala do perdão.

O 4º capítulo (5 artigos) aborda o tema em sua relação com a vida diária, enfatizando a possibilidade do perdão, como ele é tratado/visto pelos povos indígenas, o aspecto judicial e sua relação na história brasileira.

O livro aborda vários aspectos do tema “perdão”, sob pontos de vista complementares. É um livro de fácil compreensão tanto para acadêmicos quanto para pessoas que simplesmente querem aprofundar seus conhecimentos. Além disto, pode também ser usado em comunidades eclesiais, como reflexão e estudo em pequenos grupos (OASE, estudo bíblico, presbitérios, diretorias e outros).


O lançamento oficial foi na Faculdades Est, auditório prédio H, no dia 18/01/2017 as 17h com a presença dos organizadores e de vários autores dos textos e artigos que foram incorporados a obra. Veja a seguir a fotos deste encontro.











Perdão: Onde saúde e espiritualidade se encontram
Karin Wondracek, Maria Aparecida S. Brigido, Nilton E. Herbes, Thomas Heimann (Orgs.)

344 páginas – 16x23cm
Para adquirir o seu exemplar acesse: http://migre.me/vVFDM


Imagens do lançamento!











quinta-feira, 27 de outubro de 2016

PALESTRA DO P. DR. WALTER ALTMANN LIVRARIA ALEXANDRIA / BH



No dia 8 de outubro p.p., na Livraria Alexandria de Belo Horizonte/MG, realizamos o 1º Seminário sobre Lutero – Rumo aos 500 anos da Reforma Protestante. O palestrante desse seminário foi o P. Dr. Walter Altmann. Nas palavras do Pr. Enéas Alixandrino, organizador e proprietário da Livraria Alexandria: “Considerando o contexto atual de crise econômica, tivemos uma boa receptividade do público local (teólogos, estudantes de teologia e interessados no tema)”.






            Animado com o resultado, o Pr. Enéas já pensa no próximo seminário, sugerindo o tema: “Diaconia”, para continuar divulgando a literatura e os autores da Editora Sinodal. Considerando que foi o primeiro evento com preletores do Sul, pouco conhecidos na capital mineira, Enéas acredita que é possível elevar a participação de mais pessoas e o volume de vendas através de parcerias com outros seminários teológicos da região nos próximos eventos.
            Agradecemos a disposição do P. Dr. Walter Altmann em participar desse importante evento e ter agraciado os presentes com sua palestra. Na ocasião, também foi feito o lançamento e a sessão de autógrafo do livro: Lutero e Libertação, de sua autoria.

Gerência de Marketing e Vendas
Editora Sinodal

Enéas Alixandrino

Livraria Alexandria/BH